sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

Matéria jornal Aenfer

Matéria com uma informação interesante, no aspecto de como é feito o cálculo do valor pago pelas concessões ferroviárias.

domingo, 24 de janeiro de 2010


A Africa




sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

Expressões muito usadas pelas mulheres e seus verdadeiros significados:

1.      Certo: Esta é a palavra que as mulheres usam para encerrar uma discussão quando elas estão certas e você precisa se calar.



2.      “5 minutos”: Se ela está se arrumando significa meia hora. "5 minutos" só 2 segundos se esse for o prazo que ela te deu para ver o futebol antes de ajudar nas tarefas domésticas.



3.      “Nada”: Esta é a calmaria antes da tempestade. Significa que ALGO está acontecendo e que você deve ficar atento. Discussões que começam em "Nada" normalmente terminam em "Certo".



4.      “Você que sabe”: É um desafio, não uma permissão. Ela está lhe desafiando, e nessa hora você tem que saber o que ela quer...e não diga que também não sabe!



5.      Suspiro ALTO: Não é realmente uma palavra, é uma declaração não-verbal que freqüentemente confunde os homens. Um suspiro alto significa que ela pensa que você é um idiota e que ela está imaginando
porque ela está perdendo tempo, parada ali, discutindo com você sobre "nada".



6.      “Tudo bem”: Uma das mais perigosas expressões ditas por uma mulher. "Tudo bem" significa que ela quer pensar muito bem antes de decidir como e quando você vai pagar caro por sua mancada.



7.      "Obrigada”: Uma mulher está agradecendo, não questione, nem desmaie. Apenas diga "por nada". (Uma colocação pessoal: é verdade, a menos que ela diga "MUITO obrigada" - isso é PURO SARCASMO e ela não está agradecendo por coisa nenhuma. Nesse caso, NÂO diga "por nada". Isso apenas provocará o "Esquece").



8.      "Esquece": É uma mulher dizendo "FODA-SE”!



9.      "Deixa pra lá, EU resolvo": Outra expressão perigosa, significando que uma mulher disse várias vezes para um homem fazer algo, mas agora está fazendo ela mesma. Isso resultará no homem perguntando "o que aconteceu?". daí se segue para o item *3*.



10.   "Precisamos conversar!": Fodeu! Você está a 30 segundos de levar um pé na bunda. Aja rápido!



11.  "Sabe, eu estive pensando...": Expressão que usualmente precede a chegada dos Quatro Cavaleiros do Apocalipse...

Dez famosas desculpas para se terminar um namoro. Cada uma com sua devida tradução.

10 - “Estou numa crise comigo mesmo. Tenho que respirar.”
Tradução: Você é a minha crise. Suma e minha vida vai melhorar, acredite.

9 - “Você vai ficar melhor sem mim. Juro. Vai encontrar um cara à sua altura.”
Tradução: Já encontrei uma mulher à minha altura. Bye. Sorry. Chispa.

8 - “Vamos apenas dar um tempo. Quem sabe em breve nos reencontremos.
E para sempre.”
Tradução: Saindo daqui vou deletar seu número da agenda do meu
celular. Até nunca mais.

7 - “Tenho uma coisa pra te dizer nesta conversa final: você é uma
guerreira incrível.”
Tradução: Pegue suas armas e vá guerrear longe de mim.

6 - “Tenho que ficar sozinho um tempo. Sou um cara solitário. Não sou
boa companhia para ninguém. Você sabe.”
Tradução: Olha, ficar com você é o pior tipo de solidão.

5 - “Nós vamos sempre nos amar, acredita. Apenas de uma maneira
diferente. A distância vai evitar que o nosso amor se desgaste.”
Tradução: Faz tempo que não sinto mais nada por você exceto tédio.
Quero você o mais longe de mim possível.

4 - “A gente perdeu aquela chama. Só a distância pode reacender aquele
nosso fogo.”
Tradução: Agora vejo você pelada e é como se estivesse vendo minha mãe.

3 - “No Grande Plano Cósmico, no Infinito Espiritual, estaremos sempre
juntos. Nada vai nos separar.”
Tradução: Mas aqui na velha e boa Terra quero você bem longe.

2 - “Eu abafo você. Você vai crescer como mulher sem mim Fica sossegada.”
Tradução: Cresça e desapareça.

1 - “O problema sou eu.”
Tradução: Meus problemas acabam agora que me livrei de você.

terça-feira, 19 de janeiro de 2010

Ainda resta esperança!


Embora hajam muitos "se" fica a esperança de que o ministério público possa agir contra a quadrilha formada da supervia, metrô, barcas e com a cúpula do governo do estado.
Para quem não se lembra até pouco tempo atrás a supervia que chicoteava passageiros, e não cumpriu nenhuma meta do contrato de privatização,  recebeu a renovação da concessão dos trens.


Terça, 19 de janeiro de 2010, 09h54
Rio: após pane em trem, MP pode cassar concessão da Supervia
O promotor estadual Carlos Andresano Moreira afirmou que a Supervia pode perder sua concessão caso fique comprovado que a empresa colocou em risco a vida de seus passageiros ao não cumprir os termos de liminar da 6ª Vara Empresarial da Comarca do Rio de Janeiro, que determina a retirada de circulação de trens avariados. Na segunda-feira, passageiros afirmaram que um trem da companhia andou em alta velocidade sem maquinista e com as portas abertas no ramal do Japeri.
A liminar, concedida em outubro do ano passado, obriga a Supervia a resolver seus problemas operacionais sob pena de multa de R$ 100 mil por dia. Entre os termos do texto está incluída a obrigatoriedade de se tirar de circulação as composições avariadas e informar sobre possíveis problemas técnicos.
"Vamos ver a recorrência dessas infrações e fazer um cálculo do valor da multa, caso a concessionária não faça nada para melhorar seu serviço. Se a multa não for suficiente, isso não impede que em um futuro próximo o MP ingresse com pedido para que os administradores sejam pessoalmente responsabilizados, podendo chegar até a cassação da concessão", afirmou Moreira, que iniciou a ação contra a concessionária.
Passageiros relatam pânico
Segundo relatos, uma composição com cerca de 1,2 mil passageiros que estava parada por problemas mecânicos começou a andar em alta velocidade por volta das 6h15, sem maquinista e com as portas abertas. Desgovernado, o trem percorreu pelo menos 6 km entre as estações de Ricardo de Albuquerque e Oswaldo Cruz. O problema está sendo investigado pela Agetransp (agência que fiscaliza do serviço), pela Secretaria Estadual de Transportes e pelo Ministério Público Estadual.

"Era um desespero só, mulheres grávidas, com criança de colo, idosos, todos caindo no chão, gritando para que o trem parasse, enquanto outras gritavam 'Está sem maquinista!'", afirmou o jornaleiro Alberto Marcondes, 51 anos, um dos passageiros que lotavam os vagões no momento do acidente.
O trem só parou após a concessionária desligar o fornecimento de energia pela rede aérea, na altura de Oswaldo Cruz. O problema, que afetou alguns equipamentos da linha férrea, causou atrasos de até 40 minutos na circulação de trens do ramal. O fluxo só foi normalizado às 9h10, quase três horas depois.
Segundo passageiros, o trem começou a mostrar sinais de avaria - como descontrolada abertura das portas - pouco antes da estação de Ricardo de Albuquerque. Ao chegar lá, o maquinista teria descido para verificar o problema, quando a composição começou a andar sozinha, levando ao desespero quem estava no trem lotado.
O condutor, identificado como Márcio Pereira, conversou com o presidente do Sindicato dos Ferroviários, Walmir de Lemos, e confirmou que não estava na cabine quando ele disparou pelos trilhos. "Ele ficou muito assustado quando viu o trem dar partida sozinho", disse Walmir, acrescentando que pedirá ao Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura, à Agetransp e à Comissão de Transportes da Alerj que apurem os motivos do ocorrido.
"Ou alguém entrou na cabine e deu partida, ou o ar do freio acabou, e o trem entrou em movimento por estar numa descida, sendo alimentado pelo pantógrafo (dispositivo no alto do trem responsável pela alimentação elétrica)", disse Walmir.
Segundo o sindicato, no entanto, Márcio - novato na função - fez apenas seis meses de curso preparatório. A categoria sustenta que o treinamento, que era de um ano, além do estágio, foi reduzido, o que ofereceria riscos para a segurança do sistema.
Para Hostílio Xavier Ratton Neto, professor de Engenharia de Transportes da Coppe/UFRJ, somente a hipótese de falha mecânica ou humana pode explicar o fato de o trem viajar por tanto tempo sem maquinista. "Ainda que haja um declive logo depois da estação, fato que justificaria a alta velocidade, não há explicação para ele andar sozinho sem uma falha no sistema de aceleração ou sem que alguém tenha acionado a alavanca do painel de controle. O maquinista pode não ter acionado o freio de estacionamento ou estava com defeito. Poderia terminar em tragédia", disse.
Em nota, a Supervia afirmou que os passageiros desembarcaram na via férrea com ajuda de agentes de controle e seguiram até a plataforma em Oswaldo Cruz, onde seguiram viagem em outro trem. A composição avariada teria ido para perícia técnica. Mas passageiros disseram ter permanecido no mesmo carro até a Central. "Não fizeram nenhuma perícia e ainda colocaram nossas vidas em risco mais uma vez, já que seguimos para a Central num trem que estava daquele jeito", disse o funcionário público Daniel Monteiro, 42 anos.
A Agetransp determinou instauração de processo para apurar as causas do acidente. A concessionária tem 24 horas para dar todas as informações solicitadas. Já a Secretaria de Transportes destacou técnicos para acompanhar as investigações.
Mudança de vagão por medo de colisão
Pelo menos 20 pessoas que estavam no trem desgovernado reuniram-se na segunda com um advogado com o objetivo de processar a Supervia. Revoltados, eles contaram que só não houve uma tragédia por milagre. Com medo de uma colisão, quem estava nos vagões da frente atravessava as portas para ir para os da parte de trás da composição.

O eletricista Pablo Luciano, 27 anos, foi um dos passageiros que se jogaram do trem em movimento. "Imagina se tivesse algum trem parado no caminho? Estaríamos todos mortos", acredita o passageiro Melchiesedec da Silva, 36 anos.
Fonte: O Dia


A Agetransp, responsável por garantir a eficiência nas empresas de transporte do Rio, aplicou apenas seis multas entre 2008 e 2009, sendo que nenhuma foi aplicada ao metrô.

Mesmo depois de todos os flagrantes de irregularidades feitos pelos usuários dos sistemas de transportes públicos...Privatização rima com corrupção!

Mais uma da Supervia




Trem disparou sem maquinista e só foi parar mais de 10 Quilômetros depois.
O governador após renovar a concessão das "pestes", disse que ia dar um "puxão de orelha" nas concessionárias. Enquanto milhares de vida estão em risco devido às práticas de manutenção deteriorada do metrô e da supervia, o viadinho ao invés de acabar com essa baderna, fala como se estivesse chamando a atenção de uma criança.
Seis pessoas já morreram em Austin ano passado por causa dessa postura irresponsável do estado na fiscalização das concessões.

Esse é Sergio Cabral mostrando o valor que a classe política fluminense dá a população, nos querem escravizados na base da chibata, mortes são aceitáveis afinal pobres não são gente.

Além disso, não foi noticiado na "imprensa oficial" mas houve tumulto e quebra quebra em Mesquita, com feridos, já que a supervia mesmo após interromper totalmente a circulação se recusou a devolver o dinheiro.

Gostaria de saber quanto essas empresas vão doar de caixa 2 para a campanha dessa turma.

sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

Sobre a Vírgula

Vírgula pode ser uma pausa... ou não.
Não, espere.
Não espere..

Ela pode sumir com seu dinheiro.
23,4.
2,34.

Pode criar heróis..
Isso só, ele resolve.
Isso só ele resolve.

Ela pode ser a solução.
Vamos perder, nada foi resolvido.
Vamos perder nada, foi resolvido.

A vírgula muda uma opinião.
Não queremos saber.
Não, queremos saber.

A vírgula pode condenar ou salvar.
Não tenha clemência!
Não, tenha clemência!

Uma vírgula muda tudo.

SE O HOMEM SOUBESSE O VALOR QUE TEM A MULHER ANDARIA DE QUATRO À SUA PROCURA.

Nunca esqueça que existem quatro coisas na vida que não se recuperam :

            A pedra - depois de atirada; 
            A palavra - depois de proferida; 
            A ocasião - depois de perdida: 
            O tempo - depois de passado

Parece pseudofilosofia, mas é verdade.

O Motel

Mirtes não se agüentou e contou para a Lourdes:


- Viram teu marido entrando num motel.
A Lourdes abriu a boca e arregalou os olhos. Ficou assim, uma estátua de espanto, durante um minuto, um minuto e meio. Depois pediu detalhes.
- Quando? Onde? Com quem?

- Ontem. No Discretíssimu's.

- Com quem? Com quem?

- Isso eu não sei.

- Mas como ? Era alta? Magra? Loira? Puxava de uma perna?

- Não sei, Lu.

- Carlos Alberto me paga. Ah, me paga.
Quando o Carlos Alberto chegou em casa a Lourdes anunciou que iria deixá-lo e contou por quê.

- Mas que história é essa, Lourdes? Você sabe quem era a mulher que estava comigo no motel. Era você!
- Pois é.. Maldita hora em que eu aceitei ir. - Discretíssimu's! Toda a cidade ficou sabendo. Ainda bem que não me identificaram.

- Pois então?

- Pois então, que eu tenho que deixar você. Não vê? É o que todas as minhas amigas esperam que eu faça.
  Não sou mulher de ser enganada pelo marido e não reagir.

- Mas você não foi enganada. Quem estava comigo era você!

- Mas elas não sabem disso!
- Eu não acredito, Lourdes! Você vai desmanchar nosso casamento por isso? Por uma convenção?

- Vou!


- Mais tarde, quando a Lourdes estava saindo de casa, com as malas, o Carlos Alberto a interceptou. Estava sombrio:
- Acabo de receber um telefonema - disse. - Era o Dico.

- O que ele queria?

- Fez mil rodeios, mas acabou me contando. Disse que, como meu amigo, tinha que contar.

- O quê?

- Você foi vista saindo do motel Discretíssimu's ontem, com um homem.

- O homem era você!

- Eu sei, mas eu não fui identificado.

- Você não disse que era você?
- O que? Para que os meus amigos pensem que eu vou ao motel com a minha própria mulher?

- E então?

- Desculpe, Lourdes, mas...
- Mas o quê???

- Vou ter que te dar uma surra....



MORAL DA HISTÓRIA :

DEVEMOS CUIDAR APENAS DA NOSSA SAÚDE, POIS DA NOSSA VIDA, TODO MUNDO CUIDA...

texto de Luiz fernando veríssimo, se não me engano mentiras que os homens contam.

terça-feira, 12 de janeiro de 2010

Frases..

"Para frente é que se anda, não importa a direção."

Essse é o Brasil. Para quem quiser entender o que significa essa frase pode-se dar uma olhada na postagem:http://parahdiario.blogspot.com/2009/12/cade-engenharia.html

A História dos bairros cariocas segundo a Georio

Links com ashistória dos bairros, interessante.

Clique para saber como surgiu....



Abolição
Acari
Água Santa
Alto da Boa Vista
Anchieta
Andaraí
Anil
Bancários
Bangu
Barra da Tijuca
Barra de Guaratiba
Barros Filho
Benfica
Bento Ribeiro
Bonsucesso
Botafogo
Brás de Pina
Cachambi
Cacuia
Caju
Camorim
Campinho
Campo dos Afonsos
Campo Grande
Cascadura
Catete
Catumbi
Cavalcanti
Centro
Cidade de Deus
Cidade Nova
Cidade Universitária
Cocotá
Coelho Neto
Colégio
Complexo do Alemão
Copacabana
Cordovil
Cosme Velho
Cosmos
Costa Barros
Curicica
Del Castilho
Deodoro
Encantado
Engenheiro Leal
Engenho da Rainha
Engenho de Dentro
Engenho Novo
Estácio
Flamengo
Freguesia (Ilha do Governador)
Freguesia (Jacarepaguá)
Galeão
Gamboa
Gardênia Azul
Gávea
Glória
Grajaú
Grumari
Guadalupe
Guaratiba
Higienópolis
Honório Gurgel
Humaitá
Inhaúma
Inhoaíba
Ipanema
Irajá
Itanhangá
Jacaré
Jacarepaguá
Jacarezinho
Jardim América
Jardim Botânico
Jardim Carioca
Jardim Guanabara
Jardim Sulacap
Joá
Lagoa
Laranjeiras
Leblon
Leme
Lins de Vasconcelos
Madureira
Magalhães Bastos
Mangueira
Manguinhos
Maracanã
Maré
Marechal Hermes
Maria da Graça
Méier
Moneró
Olaria
Oswaldo Cruz
Paciência
Padre Miguel
Paquetá
Parada de Lucas
Parque Anchieta
Parque Columbia
Pavuna
Pechincha
Pedra de Guaratiba
Penha
Penha Circular
Piedade
Pilares
Pitangueiras
Portuguesa
Praça da Bandeira
Praça Seca
Praia da Bandeira
Quintino Bocaiúva
Ramos
Realengo
Recreio dos Bandeirantes
Riachuelo
Ribeira
Ricardo de Albuquerque
Rio Comprido
Rocha
Rocha Miranda
Rocinha
Sampaio
Santa Cruz
Santa Teresa
Santíssimo
Santo Cristo
São Conrado
São Cristóvão
São Francisco Xavier
Saúde
Senador Camará
Senador Vasconcelos
Sepetiba
Tanque
Taquara
Tauá
Tijuca
Todos os Santos
Tomás Coelho
Turiaçu
Urca
Vargem Grande
Vargem Pequena
Vasco da Gama
Vaz Lobo
Vicente de Carvalho
Vidigal
Vigário Geral
Vila Cosmos
Vila da Penha
Vila Isabel
Vila Militar
Vila Valqueire
Vista Alegre

sábado, 9 de janeiro de 2010

Alguém aí se lembra de um troço chamado bonde?

O bonde que sumiu e depois ficou chique, mudou o nome para VLT, muito se tem falado de reimplantar os mesmos ultimamente.
Eu só queria saber que destinou tomou esse projeto, provavelmente foi tudo abandonado e destruído, como de costume.
Por que não ao invés de instalar sistemas rodo-ferroviários complexos de difícil manutenção e operação não fazer uma coisa simples como um bonde?
Segue o jogo dos ratos, com seus interesses disfarçados de idéias gigantescas.
mais uma idéia "supercriativa" que com certeza consumiu recursos públicos e não foi implantada, servindo de cortina de fumaça.

Documentário texas da EFDTC

Primeira parte de 13 no total com documentário sobre as locomotivas a vapor da EFDTC em santa catarina, a última seção da RFFSA a utilizar tração a vapor, até o início dos anos 90.
O documentário é em inglês, mas tem imagens a cores raríssimas das locos nos anos 70. para quem gosta de trem é um prato cheio.

As outras 12 partes podem ser assistidas no youtube.


quinta-feira, 7 de janeiro de 2010

Quando o Brasil faz certo.



Seguem as fotos do Estaleiro Mauá em Niterói, (estaleiro esse que foi um dos primeiros do Brasil e carrega em seu nome a memória do pai da industrialização do Brasil e hoje infelizmente controlado por empresas estrangeiras) do processo de retirada e do lançamento no fundo do mar na Bacia de Santos, da Jaqueta da Plataforma de Mexilhão, onde será gerado mais Gás para Brasil, ajudando a nos livrar da depend~encia em relação a Bolívia.
As fotos mostram a imensa estrutura construída aqui, um simbolo de capacidade da nossa indústria, uma pena que essa demostração de força e técnica não se espalhe por toda nossa sociedade.

























Frase

Embora ninguém possa voltar atrás e fazer um novo começo, qualquer um pode
começar agora e fazer um novo fim.

                             (Chico Xavier)

O homem e a mulher

O homem: Nasce sorrindo,cresce fingindo,vivi traindo e morre mentindo!
Já a mulher: Nasce chorando,cresce amando,vive dando e morre negando!

quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

O auto de Linha RFFSA -101

Auto de linha é um pequeno veículo ferroviário auto-propulsado utilizado para conservação da via permanente, transporte de pessoal e inspeção de trechos da ferrovia.

O Auto de linha 101, é hoje a peça mais valiosa do acervo da AFPF, o mesmo é a espinha dorsal da conservação e operação do trecho de Governador Portela a Miguel Pereira-rj.

Um pouco da história desse equipamento, o mesmo foi cedido pela CBTU durante os anos 90 para o projeto de recuperação da estrada de ferro Mauá, em Magé, o projeto de recuperação não foi adiante e o auto ficou com a AFPF em Miguel Pereira, sendo utilizado por voluntários para manutenção do trecho recém desativado da linha auxiliar. Até que surgiu o projeto do trem da estrada real e durante um tempo ele foi cedido para a prefeitura de Paraíba do Sul trabalhando na recuperação da linha e depois sendo utilizado para tracionar uma pequena composição em substituição a locomotiva a vapor. Após um acidente, o trem da estrada real foi desativado o auto de linha abandonado pela prefeitura de Paraíba do Sul onde foi gravemente danificado.
Agora está novamente com a AFPF operando na recuperação do trecho Governador Portela -Miguel pereira., sendo reparado e reformado, hoje além de servir a conserva da via o mesmo reboca nossa pequena composição para passeios.


 Estação Vila Rica, a foto é da segunda metade dos anos 90. Reparem no logotipo da CBTU na frente, nessa época a pintura era amarelo com letras pretas, nas laterais haviam haviam inscrições da EFM e do patrocínio da Light. Foto de Edson Vander.


Auto de linha 101, após a sua segunda reforma executada pela AFPF, na estação de Cavaru, em 2003 já com a prefeitura de Paraíba do sul com os primeiros sinais de má conservação. Foto Latuff


Reboque puxado pelo auto em Paraíba do Sul, a idéia é construir alguns desses para utilizar em Miguel Pereira.


No pátio de Governador Portela, a terreno ao fundo era a antiga oficina de pontes, demolida pela prefeitura de Miguel Pereira. Nota-se a destruição do veículo que foi devolvido para a AFPF  destruído, na foto pode-se perceber que até mesmo os para brisa foram arrancados.Foto Victor A. Silva


O auto de linha em setembro de 2009, após já ter recebido vários reparos, está programado para o início de 2010 a pintura do mesmo. Reparem que a ele está engatada uma vagoneta. Foto Victor A. Silva.




Repintura, feita pela AFPF em maio de 2010.
Fotos de  Lauro (Play MRS)
 
Auto de linha junto ao novo fosso de inspeção 
(http://parahdiario.blogspot.com/2010/06/atualizacao-sobre-afpf-em-migeul.html)

Detalhe, o sistema de engate tipo parafuso e corrente

Vagoneta, também pintada


Vista da cabine

Molas da suspensão

Sistema de freio e traçao via eixo cardan
 
Aos poucos a ferrovia vai renascendo em Miguel Pereira.

terça-feira, 5 de janeiro de 2010

JÁ ESTÁ TUDO PRONTO PARA AS OLÍMPIADAS Rio 2016!



Simbolo oficial



MASCOTE




TOCHA OLÍMPICA




CORRIDA DE OBSTÁCULOS




NATAÇÃO





GINÁSTICA



ALÉM DO MAIS PRATICADO ESPORTE NACIONAL

Aos amigos da baixada.



Durante uma enchente procure um lugar seco, evite contato com a água contaminada!
Cuidado com a leptospirose e outras infecções!

Cuidado com determinadas espécies de aranhas

Inaugurando a seção de futilidade pública deste blog, segue este importantíssimo alerta sobre os tipos mais perigosos de aranha encontrados no Brasil.

 
 
 

Preparando o Natal do Ano que vem


Internet Wi-fi na baixada, de graça!

Saiba mais clicando aqui!

O governo do estado do Rio de Janeiro, junto com a Universidade Federal Fluminense, inaugurou um projeto de inclusão digital que pretende levar o acesso à internet, através da tecnologia Wi-Fi, a mais de 1,7 milhão de fluminenses.
Batizado de Baixada Digital, o projeto cobrirá uma parte da região da Baixada Fluminense – composta pelos municípios de São João de Meriti, Duque de Caxias, Belford Roxo, Nova Iguaçu, Mesquita e Nilópolis.
São João de Meriti se deu bem: terá cobertura Wi-Fi para "toda" a população.
Para ter acesso ao serviço, o morador tem que pagar R$ 150 por um kit que contém antena (acompanhada de mastro e suporte), adaptador USB para o computador e conectores específicos. Para que o sinal seja mais forte, os moradores precisam instalar as antenas no teto de suas casas, assim como fazem com a antena de TV, e ajustar a posição. Aqueles que usam notebooks e estiverem a até 60 metros das antenas espalhadas pela região não precisam adquirir o kit, só não me explicaram como o sinal vai entrar no notebook, talvez usando bruxaria quem sabe.

Embora eu reconheça a utilidade do projeto, acho uma grande babaquice, o morador da baixada vive fudido na mão de empresário de ônibus, não tem saneamento básico, saúde ou segurança pública, internet não deveria ser prioridade do governo, isso me lembra a história do bolsa celular do governo federal, mas já é assunto para outra postagem.
Estou imaginando agora o sujeito saindo de casa com seu notebook pulando poça de esgoto e correndo de ladrão.
O que vai acontecer na prática (98%) é a galera se endividando nas casas Bahia para comprar o notebook da xuxa, e os analfabetos adolescentes torrando o recurso em MSN, e orkut.

O cálculo das zonas de sombra, no atalho do início da postagem, não levou em consideração a existência de morros, ou seja isso tem tudo para dar errado! Mas como sempre me resta a esperança de estar enganado, afinal ano que vem tem eleição para governador.

http://www.baixadadigitalrj.com.br/index.php?option=com_content&view=article&id=6&Itemid=5

O que realmente mudou?

Documento especial de 1990, sobre o surfe ferroviário. Várias imagens sobre a miséria que é o subúrbio do rio fde janeiro, hoje são poucos os surfistas, mas o que mudou realmente?